ALIMENTAÇÃO
O que os papagaios comem em cativeiro? Essa é uma dúvida comum à maioria das pessoas que mantêm aves em residências. A alimentação a ser fornecida deve ser balanceada nutricionalmente para permitir uma vida saudável e longa à ave . O termo dieta aqui utilizado refere-se à soma de alimentos e nutrientes que formam a alimentação de uma ave. Portanto, não tem nada a haver com aquele regime alimentar elaborado para o emagrecimento ("fazer uma dieta"). 
É muito comum encontrar pessoas que fornecem às suas aves café, pão, fubá, sementes de girassol, doces ou somente frutas. Não é preciso ser um especialista para saber que essa alimentação é incorreta e trará sérios prejuízos à saúde da pobre ave de estimação.
 
Infelizmente, grande parte das aves tratada em clínicas veterinárias apresentam alguma patologia decorrente da desnutrição. Podemos citar as doenças respiratórias e renais decorrentes da hipovitaminose-A (deficiência de vitamina A), o raquitismo (em decorrência da falta de cálcio e vitamina D), mau empenamento, emagrecimento, obesidade, distúrbios e tumores hepáticos, distocia, infecções, parasitismo e tantos outros problemas diretos ou indiretos.
 
Sabe-se que sementes de girassol e amendoim são normalmente contaminadas com aflatoxinas, ou seja, toxinas produzidas por fungos que crescem naturalmente nas sementes. Em longo prazo, as aflatoxinas podem causar degeneração e mesmo tumores no fígado. Além disso, essas sementes são ricas em gordura, que podem levar ao aparecimento de aterosclerose, ou seja, a deposição de colesterol nos vasos do coração. Outros alimentos usualmente fornecidos aos papagaios são pobres em nutrientes. É o caso das frutas, que têm algumas vitaminas, mas são pobres em proteínas, gorduras e outros nutrientes essenciais. O pão e fubá são alimentos ricos em carboidratos (energéticos), mas pobres em nutrientes essências para o crescimento da ave. Filhotes criados com fubá não crescem satisfatoriamente e podem morrer logo nas primeiras semanas de vida.
 
Então, o que devemos fornecer para os papagaios em cativeiro? Na natureza, a alimentação dessas aves é diversificada e balanceada naturalmente. No cativeiro é muito difícil isso acontecer, pois não dispomos dos mesmos alimentos que as aves encontram na natureza. Outro problema é que no cativeiro as aves acabam tomando gosto por alguns alimentos e rejeitam outros de boa qualidade . Portanto, mesmo que ofereçamos alimentos saudáveis, os papagaios cativos tendem a rejeitar esses alimentos.
 
Outras dificuldades são elaborar cardápios balanceados sem a ajuda de um nutricionista e também a mão-de-obra necessária para preparar alimentos frescos e nutritivos duas vezes ao dia, todos os dias da semana.
 
Assim, se quisermos manter aves sadias, temos que oferecer a elas uma variedade de alimentos frescos e em quantidades corretas. Esses itens incluem legumes semicozidos (feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico), milho, verduras, brotos, frutas (tomate, mamão, maçã, frutas cítricas, frutas de época), cereais, proteína de soja, óleos vegetais, sementes de boa qualidade e em pequena quantidade (girassol, castanhas), proteína animal (queijo magro, ovo cozido), aminoácidos essências, cálcio, vitaminas, minerais e probióticos.
 
Adaptar as aves a esse cardápio variado não é uma tarefa fácil e requer a ajuda de um veterinário ou um zootecnista especialista em nutrição animal. Para resolver esse problema, surgiram as rações balanceadas para psitacídeos, que vêm prontas para uso. A ração peletizada ou extrusada pode ser comparada em seu formato e facilidade de uso às rações para cães, gatos e outros animais domésticos . A ração de papagaios é palatável e contém todos os nutrientes que a ave necessita em doses corretas. Não devemos confundir a ração balanceada com as misturas de sementes, que permite à ave separar os itens alimentares que mais gosta dos que não gosta, tal qual uma criança que separa no seu prato somente o alimento que mais lhe agrada.
 
As dietas balanceadas para papagaios (tipo ração) são fabricadas no Brasil e podem ser encontradas nas lojas especializadas. Uma boa opção é a ração extrusada Alcon Club Psita Stick, de alta digestibilidade e formulada para atender às necessidades nutricionais de papagaios, araras e outros psitacídeos de médio e grande porte. A ração balanceada reduz o desperdício de alimento, é de uso prático e principalmente, torna as aves bem nutridas e saudáveis. A ração balanceada pode ser a única fonte de alimentação, mas frutas, verduras, sementes e castanhas podem ser oferecidas eventualmente como petiscos eventuais.
 
Os filhotes de papagaios necessitam de alimentos próprios: ração farelada de alta digestibilidade rica em proteína, aminoácidos essências, vitaminas, cálcio, minerais, probiótico e muitos outros nutrientes . A papinha deve ser fornecida fresca e em temperatura morna.
 
Dr. Zalmir Silvino Cubas 
Médico Veterinário - Foz do Iguaçu


 
 

Recanto das Aves

recantodasaves@recantodasaves.com.br
skype: recanto.aves
(11) 96374-4400 / 7818-2476
NEXTEL ID 18405*3 11-7818-2476
Horário: das 08:00 às 20:00hrs

 
 
www.recantodasaves.com.br - 2017 - Desenvolvimento: